Ultimas Notícias

Post Top Ad

Your Ad Spot

terça-feira, 21 de março de 2017

[Guia] Os melhores volantes para PlayStation 4

Por Hugo Bastos - 20 de março de 2017

Imersão. O propósito final de todo jogador e objetivo máximo das desenvolvedoras. Uma palavra deveras usadas em nossas análises, especialmente quando determinado jogo vale realmente a pena. E para tanto, os jogadores tendem a ir além, e buscar os melhores periféricos para tornar a experiência mais realista o possível.

A exatamente um ano atrás, publicamos uma matéria, exemplificando os melhores acessórios disponíveis para o console da Sony. Dentre eles, destacamos fones de ouvido, estações de carga, no-breaks, e outros. A matéria completa (até mesmo para referência) pode ser conferida abaixo.

No entanto, buscando sempre a excelência na hora de informar ao jogador o que há de melhor e mais imersivo (acostume-se com essa palavra, caro jogador), o Meu PS4 inicia, hoje, uma série especial: Os Melhores Periféricos para PlayStation 4, onde detalharemos, mais "intimamente", os melhores acessórios para tornar a sua jogatina sempre mais… imersiva (nós avisamos).

E para começar, o primeiro assunto escolhido foi: volantes. Ou Steering Wheels.

Aperte o Cinto

Dentre os estilos de jogo lançados, um que se destaca por buscar sempre o máximo de realismo possível é o de corrida. Jogos de corrida podem ser considerados tão antigos quanto os próprios consoles. No entanto, o mais próximo da realidade que um jogador caseiro poderia se sentir, até um tempo atrás, era a visão do cockpit.

Com o tempo, outro recurso, apenas visto nas suntuosas cabines de arcade, chegou a eles: os volantes.

Verdade seja dita: apesar do fantástico diferencial que o periférico proporciona, esta geração ainda possui poucos jogos onde a experiência pode ser realmente afetada. Project CARS, DriveClub, Assetto Corsa estão entre alguns dos que valem a pena ser citados. Na verdade, qualquer jogo pode ser jogado com um volante.

(Mas certamente, seria um tanto estranho jogar Battlefield 1, Mortal Kombat, ou mesmo Dark Souls com este acessório)

No entanto, de todos os tipos de controles fabricados, os volantes são os mais fáceis de se comparar e qualificar. Apesar de uma alta demanda por estes acessórios, poucas são as empresas que realmente se dedicam a criar produtos satisfatoriamente competitivos. Estas focam em entregar produtos realmente fantásticos.

"Você Paga Pelo Que Compra"

Parece redundância. Mas quando se trata de investir em um acessório como este, é necessário levar em consideração o tipo de jogador que o está adquirindo. Isso porque, independente do estilo, o investimento tende a ser substancial, conforme a escolha do jogador.

Caso seja daqueles que gostam de jogos de corrida, e gostaria de incrementar a experiência com um volante, então os modelos de entrada, ou mesmo mid-range, já serão suficientes. Se, ao contrário, este se considera um jogador dedicado, e busca a experiência absoluta, independente do jogo, então apenas os melhores dos melhores o satisfarão.

Desta forma, vamos a eles.

Nota: Antes de continuar, caro jogador, considere algumas variáveis. Analise os jogos nos quais o acessório será usado. A experiência varia de um para outro. Considere também o quanto ele será usado (sempre, às vezes, quase nunca), qual tipo de experiência deseja ter, e o quanto está disposto a investir para ter o que há de melhor em jogos de corrida. No final, tais considerações valem ouro e o salvarão de arrependimentos futuros.

O Melhor: Thrustmaster T500 RS

Faça-se agora as seguintes perguntas. Deseja o que há de melhor no mercado? Está disposto a pagar o que for necessário para isso? Se a resposta a ambas for "sim", então este é o volante que procura. Se dinheiro não é o problema, não existe concorrência. O T500 RS é melhor que qualquer outro no mercado.

Tudo faz deste controle o mais exclusivo do gênero. Equipado com um motor industrial que opera até 3000 rpm, o force feedback deste aparelho é algo monstruoso. Para se ter uma ideia do quanto, frisa-se que este é o único motivo pelo qual o T500 RS é classificado para +16 (!).

No entanto, tanto poder precisa de resfriamento à altura e, por isso, ele é um dos volantes mais barulhentos, visto seu sistema de cooler ativo durante todo uso.

Sua precisão é absurda, comparada com os outros modelos do mercado. O volante em si é removível, e faz uso de uma correia de transmissão de altíssima qualidade. O raio de giro é de 1080 graus, permitindo liberdade de movimento sem igual. E por fim, os pedais são de metal sólido, podem ser montados inclinados ou apoiados, e personalizados a vontade.

Cada parte deste periférico pode ser comprada separadamente. O que significa que em caso de quebra ou desgaste, podem ser individualmente substituídas. Um câmbio manual pode ser adquirido, para uma experiência ainda mais imersiva, e até mesmo uma série de pedais, fabricados por montadoras reais, pode ser encomendado.

Um aparelho feito para os mais obstinados fãs. Não se engane: se realmente quer o que há de melhor, não existe outra escolha.

Onde encontrar: Não foi possível encontrar um modelo à venda em lojas brasileiras. A Amazon comercializa o modelo a cerca de US$ 300 – US$ 600 (além dos impostos, não inclusos).

Alto Padrão: Thrustmaster T300 RS

Pode ser considerado o "irmão mais novo" do modelo T500 RS. Possui como principal diferencial um preço abaixo dos (absurdos) R$ 5.000,00 cobrados em revendas não autorizadas, mas em muitos aspectos, é basicamente igual ao modelo top de linha da Thrustmaster.

Na verdade, quase todos os recursos disponíveis na versão T500 RS também estão disponíveis nesta. Até mesmo o motor industrial sem escova, com o force feedback absurdo está presente. Ele possui, ainda, o mesmo acabamento em couro, e o volante destacável.

A diferença básica se refere às borboletas das marchas, que não são destacáveis, mas montadas diretamente no volante. Mas aquela mais gritante refere-se aos pedais. Dois, ao invés de três, sacrificando o pedal da embreagem pelo preço e espaço. Estes ainda parecem ser menos robustos, e com menos sensação de peso.

Comparativamente, em testes realizados entre os dois modelos citados, os pedais do T500 RS tende a ser um pouco mais responsivos, com menos input lag (diferença de tempo entre a execução do comando no controle e sua resposta no jogo).

Para uma experiência mais imersiva, ainda será necessário adquirir, separadamente, um câmbio manual. No entanto, trata-se de um produto de alta qualidade, que se destaca muito acima dos outros modelos do mercado. Um dos melhores disponíveis.

Onde encontrar: Kabum (Link – R$ 2.668,90)

Alto Padrão: Logitech G29

Considerado, hoje, o acessório com melhor custo-benefício desta categoria, o volante G29 destaca-se não apenas pelo preço (muito mais atrativo), mas por manter a qualidade e eficiência dignos de competir, de forma feroz, com os melhores modelos do mercado.

A empresa possui um histórico de longa data no desenvolvimento de periféricos para jogos. Seu modelo anterior, G27, foi considerado, por muitos anos, simplesmente o melhor disponível, até ser descontinuado em 2015. Agora, o modelo G29 não apenas abraça este legado, como vem expandi-lo.

Ele possui borboletas mais firmes e largas, acabamento em couro para o volante, e indicador luminoso para velocidade e marchas. Além disso, tem raio de giro de 900 graus, e dois motores responsáveis pelo force feedback, que proporcionam uma sensação realista de impacto.

Agora com botões e direcionais no próprio volante, o modelo não possui mais a opção de câmbio manual incluso, devendo este ser adquirido separadamente. Outro ponto negativo é que ele é construído com base em motores elétricos que usam engrenagens.

Estes são menos preciso e suaves que aqueles que usam correias, como é o caso dos modelos da Thrustmaster. Mas em compensação, o encoder óptico, usado para manter a calibração do volante, foi reforçado, e agora apresenta-se bem mais resistente.

Onde encontrar: Casas Bahia – Revendedor Externo (Link – R$ 1.499,00)

Médio Padrão: Thrustmaster T150

Provando que preço e qualidade podem ser aliados e tendo em mente que muitos não possuem R$ 2.000 – R$ 5.000 para investir em um volante, o modelo T150 aparece como opção viável, derrotando a concorrência com recursos vistos geralmente em modelos de última geração, mas com preço mais acessível.

O sistema possui um force feedback poderoso o suficiente para rivalizar com o do T300 RS. O raio de giro, assim como os modelos mais avançados, vai até 1080 graus. O volante e borboletas são feitos em metal, e o volante é emborrachado. Para a máxima precisão, o drive de direção é desenvolvido com base na tecnologia de correia de transmissão.

Mas diferente de seus pares, os pedais são de plástico, ao invés de metal. E sua precisão é um tanto comprometida, com alguns problemas de sensibilidade nos pedais, o que leva a certas frustrações durante o gameplay. Ainda assim, quando se trata de um produto de médio padrão, o T150 é incomparável.

Uma demonstração perfeita como balancear qualidade e preço, com um produto que satisfaz tanto quanto modelos mais caros.

Onde encontrar: Kabum (Link – R$ 1.199,00)

Para Amadores: Thrustmaster T80

Verdade seja dita. A partir de uma certa faixa de preços, é basicamente impossível encontrar um produto que valha a pena comprar. Quando se fala em realismo e imersão em jogos de corrida, opções mais baratas não oferecem nem um, nem outro, de forma satisfatória.

Nesse contexto, o modelo T80 da Thrustmaster é, sem dúvida, surpreendente.

Obviamente, pela faixa de preços na qual é comercializado, não espere encontrar muito do que é oferecido em modelos mais robustos (como force feedback). O raio de giro é de apenas 200 graus. Seu volante é feito de plástico, emborrachado, assim como os pedais.

No entanto, é o melhor volante oferecido, atualmente, pelo valor comercializado. Possui uma montagem sólida, que transmite uma sensação de peso e segurança. Não aparenta a fragilidade de seus concorrentes diretos. O raio de giro, mesmo sendo menor, permite ajustes para uma jogabilidade mais precisa.

Possui ainda todos os botões de um controle regular de PS4, garantindo uma navegação pelos menus sem a necessidade de mudar de periférico. Pode não ter todos os penduricalhos de seus irmãos maiores, mas acredite: pelo seu preço, realmente, não há melhor opção.

Onde encontrar: Kabum – Revendedor Externo (Link – R$ 791,00)

Recomendações Finais

Como visto, caro jogador, este guia serve para fornecer um norte. Tem a intenção de ajudar a esclarecer dúvidas e subsidiar informações, de forma que você possa escolher, da melhor forma possível, aquele acessório que melhor irá satisfazer suas necessidades.

Mas no final, a escolha recairá sobre você. Recomendamos apenas que, independente do modelo escolhido, procure investir, também, em um suporte para cockpit (como, por exemplo, os modelos Playseat), para maior conforto e diversão.

Esta recomendação é especialmente importante se você vive em lugares com pouco espaço. Dê, então, preferência àqueles fáceis de montar/desmontar, e que podem ser facilmente guardados.

E qual sua opinião sobre essa nova série de artigos? E sobre os volantes? Compartilhe-as conosco, e não deixe de conferir as nossas notícias sempre atualizadas.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad

Your Ad Spot

Páginas